Sou da época em que repetir cor de vestido no altar era pecado mortal! Quando casei em 2008, defendi a repetição de cores, já que as últimas madrinhas a definirem seu tom sempre se davam mal… Daí, vieram diversos casamentos com suas bridesmaids em tons pastel e a moda foi lançada! E de lá para cá, vimos cada vez mais altares combinados, à moda americana.

Mas a verdade é que restringir as opções de vestido de madrinha a uma única cor (ou a tonalidades de uma única cor, como, por exemplo ‘tons de azul’) fica lindo na foto, mas pode gerar um desconforto caso alguma madrinha não goste da tal cor (e, sim, elas têm total o direito de discordar).

Por isso, uma tendência americana que acho que faz todo sentido aqui é a do altar coordenado, mas com uma cartela de cores mais extensa, incluindo cores diferentes, tons claros e escuros, e até estampados. O efeito na foto continua bonito, mais descolado e, assim, é mais fácil agradar a todos os gostos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar